logo
Governo e política, crime e segurança, arte, escola, dinheiro e principalmente gente da cidade sem portas
post

Polícia digital

 

Basta um "send" e eles concluem seu BO Agora é você e o computador

 

A polícia paranaense acaba de criar o Boletim de Ocorrência eletrônico, que vale para carro roubado, cartão de crédito furtado, identidade desaparecida, coisas assim.

No futuro, com o incremento da banda larga, poderão ser incluídos crimes mais sangrentos, como homicídio e latrocinio.

Nesse dia deve-se homenagear o doutor Helio Beltrão. Ex-ministro do Planejamento, hoje mais conhecido como pai da atriz Andrea Beltrão, ele é autor de frase definitiva sobre a doença  burocrática que assola o país.

-No Brasil, o atestado de óbito vale mais do que a presença do cadáver.

Na última vez que roubaram meu carro – felizmente foram só duas vezes – tive o pequeno conforto de falar com um agente da lei.

Um microfone no meio do vidro de uma polegada separava as vítimas do roubo do encarregado de escrever o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Furtos de Veículos.

-Fale bem alto! – berrou o agente. –Esse microfone está uma porcaria!

Falei bem alto. Revelei a marca do carro, o ano de fabricação, o local do crime e tentei descrever os dois bandidos, que estavam de gorro escuro.

-Um era meio loiro.

-E o outro era pardo – advinhou o agente.

Confirmei. Pardo. Loiro e pardo, como nas duplas de policiais das séries da Sony. Ele digitou

e deu os trâmites por findos.

-Assine aqui! – passou o Boletim pela frestinha de dois centímetros na parte inferior do vidro.

Assinei, ganhei um xerox para o seguro. Fui embora de taxi, lamentando a má idéia de parar na padaria da Padre Anchieta, mas feliz por ter falado com alguém.

Foi realmente consoladora informação de que eu era a oitava vítima daquela noite. Não é bom ficar sozinho numa hora dessas.

Nos próximos assaltos, só você e o computador. Não haverá alguém para informar que você é o oitavo, que o microfone está uma merda, que lá dentro há 150 presos onde cabem 50.

A solidão é o preço que a gente paga pelo avanço da comunicação digital.

 

 

 

Posted on 8th agosto 2012 in Sem categoria  •  No comments yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *