logo
Governo e política, crime e segurança, arte, escola, dinheiro e principalmente gente da cidade sem portas
post

Militão tem amigão?

.

 

 

.

 

A notícia está no UOL.

Em negociação com Militão (Eder Militão completou 20 anos dia 18 de janeiro. É filho do ex-jogador Valdo), o São Paulo quer oferecer um contrato até 2022 ao volante improvisado na lateral direita. O estafe do jogador negocia as bases de um novo compromisso …

Estafe? Desde quanto jogador de futebol tem estafe? Antes, estafe era privilégio de craques. Agora há dezenas de empresas oferecendo assessoria de imprensa, jurídica e profissional para jogadores e técnicos de futebol, basquete, vôlei e outros esportes.

O entorno do craque é ocupado por um número cada vez maior de profissionais, cuja remuneração oscila entre 10 e 30 por cento de tudo que entra. É o estafe, nem sempre útil.

Todos lembram do Pepe Gordo, assessor de Pelé desde os tempos de Santos. A ligação entre eles acabou mal. O craque descobriu que era enganado pelo funcionário, que acumulava as funções de amigo e sócio.

Há pouco, Neymar teve que pagar uma indenização trabalhista de três milhões de reais para um ex-assessor e também amigão.

Os problemas surgem quando o assessor é confundido com o agente e o agente vira o amigão.

 

 

Posted on 9th fevereiro 2018 in Sem categoria  •  No comments yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *